Pisos de concreto: como fazer manutenção?

Assim como forros e outros materiais que fazem parte do acabamento de uma estrutura, itens como o piso tátil de concreto precisam de manutenção periódica.

Para isso, cuidados como limpeza, reparos e troca quando necessários devem ser feitos de forma estratégica conforme o tipo de piso e as condições de uso.

Enquanto os pisos táteis precisam de técnicas de limpeza que não desgastam a sinalização, há outros modelos que exigem uma forma de limpeza mais pesada. É o caso do piso intertravado, que, na prática é o piso que reveste asfaltos e calçadas que é um modelo mais exposto à sujeira das vias públicas.

Independentemente do tipo de piso, a manutenção é necessária. Contudo, há variáveis conforme a composição do material e as condições de uso. Quer saber mais como funciona a manutenção de diferentes tipos de piso na prática? Esse artigo pode te ajudar.

Piso tátil concreto

Entre os vários modelos de revestimento, o piso tátil concreto é um material que se destaca pela adaptação em estruturas para pessoas com deficiência visual ou alguma limitação.

Na prática, esse piso é muito usado em garagens, calçadas e espaços de estacionamento. Devido à importância deste tipo de piso e suas características específicas, há alguns cuidados fundamentais para a manutenção e recuperação de piso de concreto. São eles:

  • Uso de produtos que não retiram a sinalização do piso;

  • Reparos em situação de desgaste e buracos;

  • Diluição de produtos químicos na água para a limpeza;

  • Cuidados diante da umidade e outras substâncias de desgaste.

Todos esses cuidados são válidos não só para o concreto convencional como também para concreto usinado. A diferença é que o concreto do tipo usinado apresenta maior resistência e durabilidade em relação aos outros tipos de concreto, por ter uma composição mais reforçada.

É por causa dessas características que a manutenção desse tipo de piso é feita com menor periodicidade, mas ainda assim se faz necessária.

Além dos processos de recuperação e troca desse piso, outras técnicas como a do polimento de piso de concreto também são muito alternativas interessantes no processo de manutenção.

Como o próprio nome sugere, o polimento é uma técnica para a limpeza desses produtos. Além de conservar as propriedades do piso a longo prazo, essa técnica é muito válida para preservar o brilho e a durabilidade desse tipo de piso.

Piso intertravado

Também composto por concreto, o piso intertravado é um tipo de piso muito encontrado nas calçadas e na pavimentação das ruas.

Não é por acaso que esse é um material que precisa de uma manutenção mais cuidadosa. Como é um piso exposto às sujeiras da via pública, há alguns cuidados importantes que devem ser tomados na hora da manutenção. A lavagem periódica e a limpeza diária, por exemplo, são necessidades comuns na limpeza do piso intertravado.

Piso polido

Além de concreto, o piso do tipo polido também conta com cimento queimado na sua composição. Na prática, é um tipo de piso com manutenção simples, já que o revestimento conta com uma superfície lisa que impede o acúmulo de sujeira.

Por causa dessas características, a manutenção do modelo de piso polido pode ser feita de forma simplificada. Ou seja, com água, sabão e outros produtos de limpeza que não são tão ácidos.

Com uma manutenção adequada, a durabilidade desse tipo de piso a longo prazo é muito maior. Além disso, esse modelo de piso se destaca em relação aos carpetes e outros tipos de materiais por :

  • Evitar a proliferação de ácaros e bactérias;

  • Ser um produto fácil de limpar;

  • Ter a manutenção simplificada.

Limpeza x Recuperação de piso de concreto

Há várias formas de fazer a manutenção do piso de concreto. Uma delas é a limpeza periódica com produtos de limpeza adequado e outra é a recuperação de piso de concreto.

No segundo caso, o processo pode ser feito com técnicas variadas. Uma delas se chama Ultra High Performance Concrete (UHPC) – que na prática se trata de uma tecnologia que não só recupera o piso como também preserva as propriedades do concreto.

Para a recuperação ser mais efetiva, é importante se certificar que os instrumentos usados possuem um padrão de qualidade adequado. Com isso, a recuperação de piso de concreto tem maior precisão, menor custo e capacidade para recuperar até 40% de um piso que estava condenado.