A construção de moradias nos dias atuais

Todas as pessoas precisam de um lugar para morar. Isso é mais do que algo lógico, pois é um direito de todos os cidadãos, conforme a Constituição Federal. A ideia é que todos possam contar com formas de moradia dignas de ser um lar.

Na prática, os setores têm encontrado muitos desafios, como a crise econômica (que reduz a quantidade de novas unidades) e a escassez de terrenos para novos projetos, principalmente em grandes centros urbanos. Ambos são desafios que precisam ser superados.

A boa notícia é que a tecnologia aplicada na construção e a gestão de imoveis está avançando a largos passos. Isso significa que erguer novas unidades de moradia não apenas tende a ser mais fácil, como também, mais barato e rápido. Estas novas casas, por sua vez, devem ser mais eficientes e econômicas do que as que são construídas nos dias atuais.

Quer aprender mais a respeito disso? Então continue lendo e confira quais são as tecnologias mais modernas usadas na construção civil logo abaixo.

 

  1. Estruturas pré-prontas

Até algum tempo atrás, construir uma casa de alvenaria do zero era um processo caro e custoso. Afinal, todos os seus componentes, da fundação ao telhado, tinham que ser elaborados do zero a partir dos materiais adequados.

Por mais que o resultado final disso seja um imóvel resistente e que pode durar décadas, o processo de construção deixa a desejar por conta da falta de eficiência.

A boa notícia é que já há uma solução no mercado que pode mudar essa realidade: as casas pre fabricadas. Como o próprio termo dá a entender, trata-se de imóveis cujas partes são pré moldadas de fábrica.

Isso significa que a única tarefa dos profissionais responsáveis pela construção é uni-las conforme as especificações do projeto. Além de imóveis completos, também é possível investir em pré moldados modulares.

A diferença é que eles podem ser unidos de diversas maneiras, com o objetivo de originar inúmeras possibilidades de estruturas, mas de uma forma mais rápida e barata.

  1. Uso extensivo da madeira

Atualmente, muitas pessoas veem as casas de madeira como algo ultrapassado e pouco atrativo. Para elas, investir em uma estrutura de alvenaria pode ser mais caro, mas a maior robustez costuma compensar.

Isso, porém, não significa que este material não possa ser usado de outras maneiras, principalmente no interior do imóvel. Na realidade, profissionais da área afirmam que o uso extensivo de pergolados e de painéis de madeira estão entre as principais tendências da construção e da decoração na atualidade.

Normalmente, quem opta por este material o faz por uma questão estética. Quando bem tratada, a madeira é uma das opções mais elegantes para se decorar um espaço. Contudo, ela também oferece outros benefícios, tais como:

  • Durabilidade;

  • Resistência contra impactos mecânicos;

  • Bom desempenho térmico e acústico;

  • Pode ser reformada para mascarar danos.

 

  1. Uso de soluções sustentáveis

Não é preciso ser especialista em construção civil para saber que a sustentabilidade é uma das principais preocupações do setor na atualidade.

Porém, nem todos sabem que isso não se limita apenas ao processo de construção, pois é preciso que os imoveis, quando concluídos, façam um uso inteligente dos recursos naturais.

Na prática, isso significa que gestores de obras devem investir cada vez mais em soluções ecológicas, como sistemas de energia fotovoltaicos, que produzem eletricidade a partir da energia solar, e cisternas, que coletam a água da chuva para uso na edificação.

Entretanto, nem só de medidas heroicas vive a sustentabilidade. Instalar lâmpadas que consomem menos energia, torneiras potentes e pouco propensas a vazamentos e descargas que usam menos água, já são atitudes importantes para evitar o impacto ecológico da construção.

 

  1. Smart homes

Ao visitar uma imobiliaria para vender ou alugar um imóvel, nota-se que, quanto mais avançada for a tecnologia usada nele, maior o seu valor.

O motivo por trás disso é simples: as soluções típicas de smart homes facilitam muito a vida de quem vive no local. Consequentemente, a tendência é que ela sejam cada vez mais usadas na construção civil.

Atualmente, é possível encontrar “apenas” casas que podem ser controladas por meio da voz, de palmas ou mesmo pelo smartphone.

Porém, como a tendência é que essa tecnologia seja cada vez mais acessível. Espera-se que ela atinja níveis ainda mais impressionantes nos próximos anos, como geladeiras que avisam sobre alimentos vencidos em seu interior, por exemplo.