Archives 2019

Dicas para valorizar um imóvel antes de colocá-lo à venda

A avaliação imobiliária é um passo muito importante para garantir negociações de preço mais justas entre vendedor e comprador.

Se você está pensando em vender o seu imóvel, no entanto, é importante cuidar de alguns aspectos antes de apresentá-lo ao avaliador imobiliário.

Ainda que existam critérios que não possam ser facilmente alterados, como por exemplo a localização, é possível investir em pequenos detalhes que poderão ter grande influência na cotação do preço final.

Confira a seguir algumas dicas para que você esteja mais preparado na hora de vender o seu imóvel e consequentemente exigir uma avaliação mais justa do mesmo:

Tenha noção do valor do seu terreno e compare-o com outros da região

Antes de pensar em um valor base para o imóvel, é muito importante pesquisar o valor médio do metro quadrado do terreno, relacionado com do IPTU pago sob o mesmo.

Como cada cidade tem seus atrativos, um apartamento em Rio das Ostras possuirá o valor do metro quadrado médio diferente de uma casa em Cabo Frio.

Para chegar a um valor base mais preciso, levando características específicas do bairro onde está o imóvel, sugere-se realizar uma pesquisa em portais imobiliários, como o Ei Imóvel.

Basta verificar o valor de terrenos de tamanho similar que se encontram nos arredores do imóvel que será vendido.

Essa pesquisa resultará na obtenção de um valor médio mais preciso, visto que cada bairro tem suas características próprias.

Além do fato de que unidades de alto padrão normalmente se reúnem em bairros nobre e casas com acabamento mais básico ficam próximas à periferia.

Aspectos como a proximidade de supermercados, bancos e farmácias, acesso facilitado a serviços públicos ou grandes vias.

infraestrutura externa, como qualidade de asfaltamento, acesso à água, energia elétrica, rede de internet e tratamento de esgoto também são levados em conta.

Invista em equipamentos de segurança

A localização do imóvel também tem grande influência no aspecto de segurança. Verifique os índices de criminalidade do bairro e tipos de ocorrência frequentes.

Avalie a necessidade de investimentos mais pesados em equipamento de segurança, como muros altos, cercas elétricas, câmeras e sensores.

Portões automáticos de abertura rápida para garagens, chaves com segredo e apartamentos com porteiro 24 horas e elevadores codificados também são pontos relevantes que incidem diretamente no valor final do imóvel negociado.

Confira como o espaço do seu imóvel está distribuído

Mais importante do que a metragem final da casa ou apartamento é a distribuição do espaço entre os diferentes cômodos.

Normalmente imóveis mais amplos, com grande área construída são mais caros do que imóveis menores, mas você poderá atravessar esse obstáculo se possui um imóvel de tamanho regular com espaço bem distribuído entre quartos, banheiros e salas.

Por exemplo, casas com quartos e banheiros amplos podem ser mais atrativas que aquelas com salas enormes e quartos minúsculos.

Mantenha uma área de lazer bem cuidada

Áreas externas destinadas ao lazer, como parquinhos, churrasqueiras, quintais e jardins, costumam ser bastante valorizadas por certos tipos de públicos.

Famílias com crianças, por exemplo, dão preferência por imóveis que ofereçam essa vantagem, o que pode impactar no preço de negociação.

No entanto, o tamanho dessa área e o que nela se encontra devem ser analisados cuidadosamente.

Terrenos muito extensos com grandes quintais vazios podem ser desfavoráveis para quem busca praticidade.

Antes de colocar seu imóvel a venda, dê uma atenção especial ao cuidado com a área externa: corte a grama, plante flores, pinte os muros, invista em mobília e pense em potenciais usos dessa área para sugerir ao futuro dono do imóvel.

Atente-se a qualidade da estrutura e acabamentos

Um fator bastante relevante na hora de avaliar um imóvel é a idade do mesmo. Porém, mais importante do que a data da construção da edificação gravada na escritura é o cuidado com o qual o dono tratou o imóvel e o contexto no qual ele se encontra.

Unidades localizadas em edifícios históricos ou em bairros tradicionais costumam ser mais valorizadas do que aquelas construídas em bairros novos da cidade, que não provém de infraestrutura tão ampla. Saiba utilizar isso ao seu favor!

Ao mesmo tempo, dê atenção a detalhes estruturais como as condições de instalações elétricas e hidráulicas, materiais utilizados em construções e reformas, e a presença de facilidades como gás encanado.

Realizar uma reforma generalizada, investindo ao mesmo tempo em acabamentos de piso, pintura, pias, porcelanas e torneiras de boa qualidade poderão aumentar o valor do imóvel de forma considerável.

Reúna toda documentação

De que adianta investir em reformas no seu imóvel antes de colocá-lo a venda se o mesmo encontra-se com documentação atrasada ou irregular?

Esse aspecto, que em alguns casos pode ser decisivo na desistência da compra de um imóvel, é de responsabilidade do negociador, de maneira a valorizá-lo e realizar transações mais rápidas.

Caso não seja tratado adequadamente, os gastos com a regularização e documentação são abatidos do preço de negociação!

Entre as documentações que devem ser tomadas a devida atenção estão a escritura do mesmo e o certificado de quitação de impostos e taxas municipais, como o IPTU.

Peça ajuda especializada

Como são diversos os critérios levados em consideração numa avaliação imobiliária e durante o processo de negociação com potenciais compradores.

sugere-se que o vendedor do imóvel busque ajuda de um corretor, um engenheiro e/ou um arquiteto que entendam bem do assunto.

Esses profissionais poderão fornecer informações que muitas vezes são deixadas de lado ou ocultadas.

Uma imobiliária ou corretor de confiança também poderão facilitar a elaboração dos documentos de transação e o contato com potenciais compradores.

Nessa hora, toda ajuda é bem vinda, garantindo ganhos mais altos para ambas as partes.